A História cronológica do Currículo

O termo currículo vem do latim, Curriculum Vitae e significa “carreira de vida”, em português. A abreviatura C.V.  tende a ser sempre mais usada.

 

Segundo Todd Lempike, em sua publicação da História do Currículo de maneira cronológica, foi criado oficialmente por Leonardo da Vinci em 1482.

 

Com drásticas mudanças no decorrer desses mais de 500 anos, o currículo era usado como uma carta de apresentação. Hoje, é um requisito incontestável no processo de recrutamento.

 

Generalista, deve ser simples e o mais preciso possível, contendo as informações mais relevantes para a sua carreira e vaga especifica que você está buscando. Desta forma, você aumenta a chance de ser encontrado por um potencial empregador.

 

Veja a cronologia histórica do currículo com essa linha do tempo:

 

1482

 Leonardo Da Vinci escreve o primeiro currículo profissional

.

.

1500

Um Senhor viajante oferece na Inglaterra uma carta escrita a mão introduzindo seus conhecimentos. Neste momento, ele a nomina de seu currículo

.

.

1930

Os currículos eram apenas formalidades. Alguns eram escritos em pedaços de papel durante o almoço com os empregadores

.

.

1940

Os currículos incluíam idade, peso, altura, religião e estado civil

.

.

1950

Os currículos se tornam uma necessidade

.

.

1960

 Seus hobbies começam a fazer parte do seu currículo

.

(Neste momento, se inicia a era Digital)

.

1970

Os currículos começam a ficar mais profissionais com as máquinas processadoras

.

.

1980

Um grande número de livros é publicado sobre construção de currículos. Os primeiros portfolios começam a ser gravados e utilizados

.

.

1985

As referências profissionais e pessoais começam a ser checadas

.

.

1986

A Microsoft lança o Word – .doc

.

.

1987

Surge uma nova forma de se começar a enviar currículos pelo mundo: o aparelho de fax

.

.

1994

A internet finalmente vem a público. Empresas como Monster.com e CareerBuilder são fundadas

.

.

1995

E-mail é a novidade do momento e também o jeito mais prático de se enviar o currículo

.

.

2000

Ocorre o boom do .com – a internet começa a caminhar rapidamente

.

.

2002

Currículos interativos começam a ter vez e marcam o início da empresa Resume Optimal

.

.

2003

Surge o Linkedin

.

.

2005

A empresa Resume Optimal libera um construtor de currículos online

.

.

2006

Começam a aparecer os primeiros vídeo-currículos e os estudantes do ensino médio se beneficiam ao enviá-los para as faculdades. Neste momento, com o sucesso do Youtube, esses vídeos se espalham pela internet

.

.

2008 até os dias de hoje

Os currículos entram nas mídias sociais e o Linkedin domina o mercado de currículos online. Surge o networking profissional, as pessoas começam a se preocupar em ter sua marca pessoal e começam as buscas através do google e os empregadores já podem conhecer melhor seus possíveis futuros funcionários.

 

 

 

Atualmente, fazem parte do currículo o link do perfil ou da página pessoal e portfólio do candidato e com a Rhapidus você pode ter além de um currículo online disponível para os contratantes, você pode anexar suas redes sociais, vídeos e portfólio de seus trabalho.

 

Compartilhe!

FAQ

O Radar é um mapa que aparece para o contratante no momento da busca do candidato. Ele contém a geolocalização dos candidatos encontrados através da busca e das #hashtags.
Não!
Não. Estar no radar significa que o candidato está disponível para fazer uma entrevista de trabalho, enquanto que ao desativá-lo ele não aparecerá nos resultados de busca mas manterá todas as suas informações armazenadas para próximas oportunidades.
Sim, seus dados ficarão armazenados por 6 meses após desativação de sua conta.
Não. Somente o CPF do candidato poderá ser utilizado.
Não é possível criar a conta Rhapidus sem CPF.
Sim. Seu vídeo currículo estará disponível para todos os interessados em seu perfil, e será mostrado no momento da busca pelo contratante no Radar de Empregos.
Você pode acessar em seu Estado a página da Secretaria de Segurança Publica. Para São Paulo por exemplo seria: http://www.ssp.sp.gov.br/servicos/atestado.aspx
Não! Nós da Rhapidus somos diferentes das outras plataformas de empregabilidade!
Na página de seu perfil você poderá editar todos os dados do seu perfil.
Sim. Na página de seu perfil você poderá editá-los quando e quantas vezes quiser.
Não, a geolocalização disponibilizada para os contratantes é aproximada, somente para determinar a proximidade da residência do candidato diante do local de contratação.
Sim. Se no momento de seu cadastro profissional esses cursos e faculdades foram inseridos, o contratante a qualquer tempo poderá solicitá-los.
Não, apenas maiores de 18 anos podem usar a plataforma.
As palavras chave ou #hashtags são as suas melhores virtudes ou habilidades específicas. No caso de um confeiteiro por exemplo, o candidato poderia inserir #pãodequeijo #bolodechocolate #croissant #festadeaniversario #SENAC
Sim. Na tela do seu perfil, lado superior direito há um ícone em formato de lupa para essa função.
Na página inicial, clique em "esqueci minha senha".
Na página de seu perfil você poderá editar seu novo endereço.
Sim, rhapidus@contato.com
Não, sem problemas. Mas o contratante pode não mais tentar contata-lo. O ideal é sempre desligar o radar quando estiver indisponível.
Esse campo é destinado a atividades relacionadas às suas habilidades específicas, vídeos de seu trabalho (uma palestra por exemplo), depoimentos de pessoas, testemunhos de suas habilidades, antigos contratantes falando sobre você...
Sim, em sua tela de perfil desative o modo Radar.
Sim, este vídeo é opcional. Porém suas chances de contratação diminuem muito, pois o contratante não terá acesso ao seu vídeo-currículo no momento da análise de candidatos.
Sim! É muito importante para nós sabermos que você foi contratado!
Não, o app precisa estar online para funcionar. Prepare-se para a entrevista! Você já sabe antecipadamente o dia e horário de sua entrevista. Mesmo assim, a Rhapidus irá lhe avisar 15 minutos, e também 1 minuto antes do início da chamada pelo contratante.
Mas, não havendo sinal, não haverá a entrevista.
Não há campo para pretensão salarial. A Rhapidus decidiu por não pedir sua pretensão salarial pois em muitos casos, por alguns Reais a mais, o candidato não é encontrado pelo contratante no momento da busca. Aproveite o momento da vídeo entrevista para negociar seu salário!

Alameda Lorena, 1611 – conjunto 12 – Jardim Paulista – São Paulo – SP – 01424-002

contato@rhapidus.com